Vídeo Aula como Fazer Layout Site Photoshop CS2 + CSS

Vocês poderão acompanhar o desenvolvimento de um Layout (modelo) de site no Photoshop CS 2, com topos, menus, conteúdo e rodapé. Quero fazer essa vídeo aula completa, desde o Photoshop até a montagem do mesmo no Dreamwaver, usando CSS.

Espero que todos q irem assistindo essas vídeo-aulas postem aqui seus comentários, sejam eles bons ou ruins, isso só vai fazer com que eu melhore cada vez mais meus trabalhos.

Observação: Algumas vídeo-aulas não possuem audio, mas são de fácil entendimento, só acompanhar.

Links para download:
Como Fazer Layout Site Photoshop  – 1
Como Fazer Layout Site Photoshop  – 2
Como Fazer Layout Site Photoshop  – 3
Preparar Layout Site Photoshop – 4
Montando Layout Site – Parte 5.1
Montando Layout Site – Parte 5.2
Montando Layout Site – Parte 5.3
Montando Layout Site – Parte 5.4 (Menus horizontais CSS)

Tagged with: , , , , , , , ,
Publicado em 05 - Design, 09 - Cursos, 10 - Vídeo-aulas

Quero ser prgramador, por onde começo?

Não vou dar uma receita ou dizer pra você que é isso realmente o que deve ser feito para se tornar um programador. Mas se você deseja trilhar esse caminho vou te dar uma dica por onde começar.

Estudar Lógica de Programação. Estudando lógica de programação, depois é o de menos, aí é só estudar a linguagem a qual você deseja trabalhar, seja ela C++, Java, Pascal e etc.

Um bom programa e em português para você trabalhar lógica de programa é o Visual G, e é gratuito, abaixo segue os links para fazer download do programa e do manual do Visual G.

Clique para download

Publicado em 11 - Programação

Planilha de Controle Doméstico no Excel – Parte 1 e 2

Estou iniciando uma série de tutoriais, desede o mais básico e assim vai .. de tudo um pouco sobre programas de informática. por favor, posso fazer apenas o que sei, não pessam pra fazer vídeo de AutoCad, por exemplo, que não tenho a mínima idéia como mecher. Mas podem mandar sugestões que o que eu souber, faço o vídeo. Lembrando qua a maioria dos vídeos estào sem audio, mas fácil de entender, basta acompanhar. Obrigado.

Ai vai primeiro vídeo da série “Faça você mesmo by Alievi.

Tagged with: , , , , ,
Publicado em 01 - Todos Post's, 07 - Tutoriais, 10 - Vídeo-aulas, Excel

Dica para quem quer aprender falar em inglês ou qualquer outra lingua estrangeira? Curso grátis.

Livemocha

Vai ai uma dica que o professor deu na faculdade, quer aprender inglês sem pagar nada e ainda um americano te ensinar? Acesso o http://www.livemocha.com, cadastre-se e bom aprendizado.
No site você encontrará pessoas que falam em inglês que querem aprender português, assim você se torna professor de português e ensina um(a) americano também. Quer falar em alemão.. francês e etc… você também encontrará professores. Acesse o http://www.livemocha.com e registre-se gratuitamente.

Abraço.

Tagged with: , , ,
Publicado em 01 - Todos Post's

Realidade Aumentada

Sabe aquelas folhas impressas com uns quadradinhos que você coloca em frente a uma webcam e aparece no monitor em 3D ? Poisé, as empresas ja estão começando a usar isso para o marketing. Aqui vai alguns links sobre realidade aumentada com dicas e tutoriais:

www.realidadeaumentada.com.br

Tutorial Realidade Aumentada no Flash

Realidade Aumentada em Flash

http://www.ckirner.com/claudio/?TUTORIAIS:Realidade_Virtual_e_Aumentada

http://pt.wikipedia.org/wiki/Realidade_aumentada

Tagged with: , ,
Publicado em 01 - Todos Post's, 07 - Tutoriais

O software livre não é mais apenas para alpha-geeks!

Tux

Aqui vai um link de um artigo interessante sobre como anda o Software Livre, esse artigo achei no site iMasters publicado originalmente em IBM developerWorks, por Brett McLaughlin.

Siga o link e comente: http://imasters.uol.com.br/artigo/17431/livre/software_livre_em_uma_nova_luz/

Publicado em 01 - Todos Post's, 02 - Softwares, Textos

Avaliador de acessibilidade em Português para Websites

Navegando  na internet encontrei um site muito útil aos webdesigners, ou seja, a todos que gostam de trabalhar com interface web, podem fazerer testes de acessibilidade de seu site/job.

Para fazer o teste, basta entrar no endereço: http://www.dasilva.org.br

O site mostra informações e erros de acessibilidade apntando inclusive a linha para que você possa fazer a correção.

Boa diversão e não deixe de comentar.

Tagged with: , , , , , ,
Publicado em 01 - Todos Post's, 03 - Utilitários, 05 - Design, 12 - Interessantes, Textos

Enlouquecer um webdesigner em 8 passos

Texto original do blog ghisroy.com
Traduzido por Cobaia

1- Microsoft Office
Quando você tiver que mandar um documento para um designer gráfico, certifique-se que ele foi feito com algum programa do Office. Se você tiver que mandar figuras, você terá mais chances de enlouquecê-lo; ao invés de apenas mandar um jpeg, insira as figuras em um arquivo de Office como o Word ou Powerpoint. Não se esqueça de baixar a resolução para menos que 72 dpi, assim eles terão que contatar você novamente para pedir uma versão com a qualidade melhor. Quando você mandar a versão “melhor”, certifique-se que o tamanho seja no mínimo 50% menor. E se você estiver enviando as figuras por e-mail, esqueça de anexá-los de vez em quando.

2- Fontes
Se o designer gráfico escolher Helvetica, peça Arial. Se ele escolher Arial, peça Comic Sans. Se ele escolher Comic Sans, ele já está 50% doido, então seu trabalho está 50% pronto.

3- Quanto mais melhor
Suponhamos que você precise de um designer para um jornal. Designers gráficos vão sempre tentar deixar espaços em branco em qualquer lugar. Margens largas, o alinhamento, o kerning do texto, etc. Eles vão dizer que eles fazem isso para facilitar a leitura e manter um visual limpo e profissional. Mas não acredite nestas mentiras. Eles fazem isso para deixar o documento ainda maior, com mais páginas, e isto lhe dará mais prejuízos com a gráfica. Por que eles fazem isso? Porque designers gráficos odeiam você. Eles também comem bebês. Sem cozinhar, carne de bebê crua.

Então certifique-se de lhes pedir para colocar margens menores e um texto muito muito pequeno. Diferentes tipos de fonte também são uma boa pedida (e você ganha bônus se pedir Comic Sans, Arial ou Sand). Peça clipart. Peça muitas figuras (se você não sabe como mandá-las, veja o item 1). Eles vão tentar argumentar e defender as escolhas deles mas não se preocupe, no final, o cliente está sempre certo e eles irão acatar todos os seus pedidos.

4- Logos

Se você tiver que mandar um logo de um projeto particular para um designer gráfico, de um patrocinador ou parceiro por exemplo, certifique-se de que ele seja realmente pequeno e um gif ou jpeg de baixa resolução. Novamente, você ganha pontos se inseri-lo em um documento Word antes de mandá-lo. Agora você deve estar pensando que isto tenha sido suficiente mas se você quiser mesmo abalar a estabilidade mental de um designer gráfico, dê o seu melhor e mande uma versão do logo com um fundo que dificulte o seu recorte. Fundos pretos ou brancos devem ser evitados, já que são facilmente cortados com um layer style mais escuro ou mais claro no photoshop. Uma vez que o designer gráfico estiver trabalhando em um logo bitmap, diga-lhe que você precisa dele maior.Se você precisa de um logo customizado, faça os seus próprios rascunhos em um guardanapo. Ou melhor ainda, deixe seu filho de 9 anos desenhar isso. Seu rascunho não pode demorar mais que 5 minutos para ficar pronto. Você não quer algo detalhado e fácil de ser entedido, porque quanto menos um designer entender o que você quer, mais mudanças ele terá que fazer no futuro. Nunca aceite o primeiro logo. Nunca aceite o nono, faça-o fazer várias mudanças, cores, fontes e clipart. Peça-lhe para adicionar uma foto no logo. Cantos arredondados. Gradientes. Comic Sans. E quando ele estiver em sua décima tentativa, diga-lhe que você gostou mais da segunda. Eu sei, isso é cruel, mas lembre-se: designers gráficos são a causa do câncer de mama entre as mulheres de meia-idade.

 

5- Escolhendo suas palavras
Quando estiver descrevendo o que você quer para um designer, certifique-se de usar termos que realmente não signifiquem nada. Termos como “jazz it up a bit”* ou “poderia tornar isso mais webístico?”. “Eu gostaria de um design bonito” ou “Eu prefiro gráficos legais, gráficos que, você sabe, quando você os vê você diz: esses são gráficos legais.” são outras opções.
Não se sinta mal com isso, você fez a coisa certa. De fato, é a sua obrigação porque todos nós sabemos que em noites de lua cheia, os designers gráficos se transformam em lobisomens.* preferi não traduzir essa frase, acho q perde um pouco da graça xD

6- Cores
A melhor maneira para escolher as cores (porque você não quer deixar o designer gráfico escolher) é escrevê-las randomicamente em pedaços de papel, colocá-los em um chapéu e sorteá-las. O designer gráfico irá sugerir que você fique com 2 ou 3 cores no máximo, mas não. Escolha quantas cores você quiser e certifique-se de fazer o sorteio no chapéu na frente dele. Enquanto fizer isso, cante uma música bem chata.

7- Prazos
Quando for a sua vez de aprovar o design, relaxe. Não há pressa. Espere dois dias. Mais seis. Conforme o fim do prazo for chegando, contate o designer com mais correções e mudanças, certificando-se antes que ele não terá tempo para fazer.
Afinal, os designers gráficos são responsáveis pelos ataques do 911 (ou 190 aqui pro Brasil-sil).

8- Acabe com ele
Depois de aplicar todos os itens desta lista em sua vítima, faz parte da natureza humana (embora alguns irão argumentar se eles são humanos ou não) ficar um pouco inseguro. Conforme ele for percebendo que não pode satisfazer suas necessidades, o designer gráfico irá abandonar todas as suas esperanças de vencer uma discussão e irá fazer só o que você disser para ele fazer, sem questionar. Você quer aquilo em azul-tijolo? Então é azul-tijolo. Seis fontes diferentes? Claro!

Nesta altura dos fatos, você deve estar pensando que venceu, mas não se esqueça do seu objetivo: ele tem que desistir desse negócio. Então esteja pronto para o golpe final: quando estiver em suas decisões finais sobre cores, formas, fontes, etc, diga-lhe que está desapontado com a falta de iniciativa dele. Diga-lhe que afinal de contas, ele é o designer e que ele deveria ser o cara que coloca sua experiência e seu talento no trabalho, não você. Que você esperava mais soluções e avisos sobre o design dele.

Diga-lhe que você está farto desta falta de criatividade e que era melhor você mesmo fazer o seus layouts no Publisher ao invés de pagar por seus serviços. E aí está. Você deve ter um designer gráfico imobilizado em uma camisa de força em pouco tempo!

Tagged with: , , , , , , , ,
Publicado em 01 - Todos Post's, 05 - Design, 12 - Interessantes, Textos
Arquivos
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.